Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Projecto de alta velocidade vai ligar Copenhaga, Gotemburgo e Oslo

Mäyjo, 03.09.14

Projecto de alta velocidade vai ligar Copenhaga, Gotemburgo e Oslo

 

Os Governos da Dinamarca, Suécia e Noruega estão a preparar um projecto que ligará quatro grandes cidades da Escandinávia, unindo um total de oito milhões de pessoas. O projecto, precisamente denominado “The Scandinavian 8 Million City”, vai ligar Copenhaga (Dinamarca), Malmo, Gotemburgo (Suécia) e Oslo (Noruega), envolvendo um total de 14 parceiros.

 

“As cidades e regiões escandinavas são demasiado pequenas, individualmente, para competir com o mercado global. Atrair competência e trabalho qualificado obriga a termos uma grande população”, explicou Floire Nathaneal Daub, gestor do gigantesco projecto, ao jornal Metroxpress.

 

“O norte [da região] é a área mais populosa, sobretudo no corredor entre Oslo e Copenhaga”, continuou. Para já, não existem iniciativas oficiais a alicerçar este plano, que deverá ter financiamento da União Europeia. No entanto, os responsáveis pelo projecto esperam que a ligação de alta velocidade ferroviária esteja pronta até 2025.

 

Hoje, a ligação entre Copenhaga e Oslo, por comboio, demora oito horas. “É um bom projecto porque precisamos de ligar as nossas nações e regiões até ao Norte da Europa”, explicou o mayor de Copenhaga, Frank Jensen. Numa perspectiva dinamarquesa, o projecto funcionaria como uma eventual expansão da ponte Femern, que ligará o país à Alemanha em 2021. Seria também uma excelente notícia para a mobilidade sustentável, sobretudo em três países cujos cidadãos não têm problemas em trocar o carro por qualquer outro tipo de mobilidade – a duas rodas, autocarro ou comboio.

 

in: Green Savers

Humanos reciclam há pelo menos 13.000 anos

Mäyjo, 03.09.14

 

A reciclagem pode parecer uma invenção das últimas décadas, mas uma descoberta recente indica que este processo existe há pelo menos 13.000 anos. Uma descoberta em Molí del Salt, em Tarragona, na Espanha, indica que os humanos pré-históricos reciclavam os seus bens desde o Paleolítico Superior.

 

Na descoberta, publicada no Journal of Archaelogical Science, os cientistas identificaram ferramentas que eram alteradas depois de terem sido concebidas para um fim específico, o que indica que essas ferramentas eram recicladas para um outro propósito depois de terem servido para executar a função inicial.

 

“Para se identificar a reciclagem é necessário diferenciar dois níveis sequenciais de manipulação de um objecto: o momento antes de ser alterado e o momento posterior. Os dois são separados por um intervalo no qual o objecto é sujeito a alterações”, explica Manuel Vaquero, investigador da Universitat Rovira i Virgili, cita o Inhabitat. “Esta é a primeira vez que um estudo sistemático deste tipo foi feito”, acrescenta o investigador.

A investigação indica que embora as ferramentas especializadas, como os implementos de caça, nunca tenham sido feitas de materiais reciclados, outros objectos do dia-a-dia eram criados para um propósito único e quando esse propósito estava cumprido eram convertidos para suprimir outras necessidades.

 

Esta capacidade de reciclagem dos humanos no Paleolítico terá sido desenvolvida devido à necessidade de preservar os recursos existentes e permitir poupanças de tempo e energia, utilizando ferramentas que já estavam feitas. Os investigadores vão mais longe e indicam mesmo que os humanos pré-históricos “podem ter mesmo movido objectos de grande porte do local de origem”.

 

Os cientistas revelam que a identificação dos objectos reciclados foi possível através da examinação de artefactos queimados, que mostram quando um item foi modificado após a sua função original.